O Grupo

Em 2013, entre uma roda de cultura popular e outra, no bairro de Santa Tereza, Belo Horizonte, nasceu o COCO DA GENTE. Idealizado pelo percussionista Pedro Campolina, o grupo mescla a musicalidade afro-indígena do coco com o sapateado, samba de roda e ciranda com muita alegria, fazendo com que os shows sejam envolventes e animados, motivando sempre a participação direta do público, que deixa de ser expectador e passa a fazer parte do espetáculo. 

Desde seu inicio o grupo vem se apresentando em diversos ambientes dentro e fora do país, destacando o Festival Pé-na-Terra (2016 e 2017) em Algarve – Portugal; Festejo La Clave (2013) em Rosário – Argentina; Festival Boi da Macuca (2015) em Garanhuns – PE; Noite do Coco na Praia (2015) em Olinda – PE; Virada Cultural (2015) de BH – MG; Festivais de Inverno (2014) e Raízes (2015) na UFMG, BH – MG; Festival Internacional Circovolante (2014) em Mariana – MG; Festival de Férias de Milho Verde (2014) – MG; Festival de Inverno de São Gonçalo do Bação (2015) – MG e; Festival Cultura Sem Fronteiras (2014) em Alegre – ES.

Em 2015, o grupo passou o mês de janeiro no nordeste do país pesquisando o coco na Bahia, Alagoas e Pernambuco. Além da troca de experiências e vivencias com os mestres, o Coco da Gente teve a oportunidade de se apresentar e gravar com a mestra Zeza do Coco em Maceió - AL; e tocar com os mestres Pacheco, Arnaldo, Gervásio, Nininha, Lu do Pneu em Olinda – PE; mestres Juarez e Cosminho em Igaraçu – PE; e com o grupo Raízes de Arcoverde em Garanhuns – PE.
O repertório da banda é composto por canções autorais e dos griots da cultura popular como Selma do Coco, Lia de Itamaracá, Luiz Gonzaga, Verdelinho, Pacheco e Dona Zeza. Além de se apresentar em festivais e casas de shows, o grupo faz questão de continuar realizando apresentações na rua, que é a casa da cultura popular. Tem Coco da Gente mensalmente na Praça Ernesto Tassini no bairro de Santa Tereza, região leste da capital mineira, evento batizado de “Brincadeiras de Roda no Largo do Orlando”.

No carnaval de 2016, estreou o Bloco Coco da Gente, onde a banda se juntou a mais de 50 batuqueiros para colorir as ruas da capital com a cultura popular e muita alegria, sendo destaque nos principais jornais da cidade. 

Além dos shows, o grupo oferece oficinas de coco, percussão, dança, sapateado, capoeira e samba de roda.

Componentes:
  • Pedro Campolina
  • Camilo Bernales
  • Danilo Amarelo
  • Fabrícia Oliveira
  • Alice Valle
Foto: Beth Freitas